Número Azul: 808 919 800

Baratas

As baratas são insetos que se multiplicam rapidamente

As baratas são uma das pragas mais comuns de insetos. Estima-se que estejam presentes na terra há pelo menos 300 milhões de anos. A sua grande capacidade de sobrevivência e adaptação, faz com que sejam uma das pragas mais difíceis de controlar.

A configuração do corpo das baratas permite-lhes entrar em rachaduras e fendas de pequena dimensão. Têm um par de antenas bastante longas e seis finas e espinhosas patas que lhes permitem andar em praticamente qualquer superfície, mesmo em vidro, e caminhar por paredes e teto. As baratas também podem ter asas vestigiais ou completamente bem formadas mas, só algumas espécies conseguem voar.

As baratas saem à noite

As baratas são insetos principalmente noturnos. Durante o dia, escondem-se nas fissuras ou fendas que ofereçam temperaturas quentes, humidade e a proteção. Embora não sejam insetos sociais, vivem em grupos mais ou menos grandes, dependendo do grau de infestação existente.

Durante a noite, a sua atividade baseia-se na busca de alimento, parceiros ou água e é nessa altura que saem dos seus esconderijos. A presença de baratas durante o dia é indicação de uma grande infestação. Também podem ser visíveis durante o dia, caso se verifique algum tipo de distúrbio que as faz sair do seu esconderijo (por exemplo obras nas proximidades).

As baratas comem qualquer coisa

Apesar de se alimentarem de quase qualquer coisa, têm uma clara preferência por matéria orgânica em decomposição, gordura, amido, açúcar ou bebidas fermentadas, como a cerveja Quando o grau de infestação é elevado e a comida escassa, podem comer cola, cabelo, cosméticos, sabão e até mesmo roupas ou papel.

As baratas estão escondidas em lugares quentes e húmidos

As baratas adaptaram-se às cidades e ocupam diferentes espaços: casas, lojas, indústrias, esgotos, etc. Normalmente, escondem-se em lugares quentes e escuros, partindo em busca de alimento. Assim, encontram-se nos lugares que que oferecem comida fácil (restos, sujidade) água (precisa de pouca) e abrigo (pequenas fendas são suficientes).

Numa habitação ou estabelecimento infestado, são frequentemente encontradas nas cozinhas, áreas de alimentação, máquinas de café, casa de banho, motores de refrigeração, porões, caixotes do lixo, etc.. No exterior, podem ser encontradas em locais húmidos e com matéria orgânica em decomposição, como esgotos, fossas, canos e mesmo relva.

A introdução de baratas em residências ou estabelecimentos pode ser proveniente, quer da rua (através dos canos, por exemplo), ou por transporte acidental de áreas infestadas, tais como o interior de sacos de batatas ou cebolas, sacos de plástico, caixas de papelão, caixas de ovos, móveis, aparelhos em segunda mão ou que foram a reparar.

Uma vez dentro das casas ou estabelecimentos, as baratas multiplicam-se muito rapidamente e sua eliminação é muito complexa.

Embora as populações de baratas sejam geralmente muito numerosas, são muito difíceis de observar, pois são extremamente rápidas e movem-se durante a noite. Por isso costuma-se dizer que, “se viu uma durante o dia, é provável que estejam cerca de 200 escondidas!”

Tipos de baratas em Portugal

Há cerca de 3.500 espécies de baratas em todo o mundo. Contudo as espécies domiciliárias são cerca de 15. As três as espécies mais comuns em todo o mundo são a barata alemã, a barata oriental e a barata americana.

Barata alemã (Blattella germanica)

São de cor castanha, pequenas (12 a 15 mm de comprimento) com asas longas não-funcionais. São caracterizadas por terem duas linhas escuras no pronoto (placa dorsal que se encontra por trás da cabeça). As fêmeas carregam a ooteca (uma espécie de cápsula contendo ovos e que se encontra na parte de trás do inseto (abdómen)), até à eclosão dos ovos,.

Barata Oriental (Blatta orientalis)

São de cor castanha escura, quase preto, maior que a barata alemã (25 a 30 mm de comprimento). As fêmeas têm asas rudimentares, ao contrário os machos que têm as asas bem formadas, embora nenhum dos dois sexos possa voar. A ooteca é colocada num local protegido, antes da eclosão dos ovos.

Barata americana (Periplaneta americana)

É a espécie maior dimensão, podendo atingir os 50 mm de comprimento. São de cor castanha avermelhado. As asas dos macho podem estender-se para além do seu corpo e podem voar. As fêmeas carregam a ooteca até que encontrem um lugar seguro onde a possam depositar de forma segura.

As baratas representam um risco para a saúde

As baratas podem transmitir várias doenças, como, disenteria ou salmoneloses. A transmissão ocorre através do transporte dos micro-organismos causadores das doenças nas suas patas e corpo, contaminando utensílios, superfícies para preparar alimentos ou os próprios, à sua passagem. Os “restos” das baratas também podem conter alérgenos que desenvolvem reações alérgicas em pessoas particularmente suscetíveis.

 

Os nossos cookies são utilizados para melhorar a experiência do utilizador.