Número Azul: 808 919 800

A nossa história

Uma viagem através do tempo com a Anticimex

Década de 30

Na década de 30, cerca de metade dos flats na Suécia estavam infestados com percevejos. Foi nessa altura que a Anticimex, uma empresa familiar, foi fundada. O ano era 1934. O nome "Anti Cimex" significa "contra o percevejo". A ideia era oferecer aos proprietários uma “garantia de não percevejos" através de um contrato anual a um preço fixo. Se um cliente não estava satisfeito, o tratamento era repetido sem nenhum custo extra. Esta prática resultou num controlo sobre o problema e com o tempo também resultou em menos tratamentos, menos custos e um maior sucesso.

Década de 40

Desde o início dos anos 40, os proprietários de casas e casas de férias foram autorizados a assinar contratos com Anticimex. Resolvemos os problemas dos nossos clientes com os ratos e, eventualmente, os contratos passaram a incluir outras pragas, tais como insetos que eram potencialmente prejudiciais à saúde humana.

Década de 50

Nos anos 40 e 50, os suecos tomaram conhecimento dos estragos causados pelo caruncho da madeira. Em resposta a isso foi criada em 1954 a Anticimex Seguros.

Década de 60

No final dos anos 60 a Anticimex começou a colaborar com a Skandia, uma companhia de seguros sueca, na resolução de problemas relacionados com pragas em casas de particulares e em certas propriedades municipais. Isto pode ser visto como o primeiro passo de colaborações extensas que Anticimex tem atualmente com a maioria das companhias de seguro suecas.

Década de 70

A década de 70 viu a Anticimex a dar os primeiros passos na internacionalização. Em 1973, lançamos Anticimex na Noruega.

Década de 80

No final dos anos 80, a consciência ambiental foi reforçada. Os moradores exigiram habitações livres de mofo. Os consumidores e os clientes dos restaurantes não quiseram arriscar ficarem doentes por causa das condições alimentares. Desta forma, começamos a inspecionar edifícios, a fim de detetar possíveis problemas com humidade e mofo e também desenvolvemos serviços nas áreas de higiene alimentar.

Década de 90

Durante a década de 90 continuamos a expandir a nossa gama de serviços. Desenvolvemos uma solução de higiene que tem ajudado muitos retalhistas de alimentos, restaurantes e indústrias a ir ao encontro dos requisitos legais em vigor para a higienização dos alimentos. Anticimex assumiu um novo papel a este respeito, participando no desenvolvimento de uma gestão de qualidade da indústria de alimentos. Anticimex tornou-se parceiro deles.

Durante a década de 1990 a Anticimex também começou a cooperar com uma série de proprietários e agentes imobiliários.

Década de 2000

Em 2000 a Anticimex certificou-se no âmbito da qualidade e ambiente nas normas ISO 9002 e 14001. O progresso da década de 90 continuou e foram lançados vários novos serviços, tais como, Proteção Contra Incêndio e Gestão de Energia. Todos os serviços têm como objetivo criar ambientes saudáveis ​​e seguros. Ao prevenir os problemas e proteger as casas de particulares e empresas, ajudamos a evitar problemas futuros.

Na década de 2000 a Anticimex também se expandiu para a Dinamarca, Finlândia, Alemanha e Holanda.

Década de 2010

Continuaram os desenvolvimentos da década de 2000 e foram lançados novos serviços, tais como, Avaliação de Ambientes de Trabalho e Inspeção Rádon.

Em 2013, ampliamos ainda a organização através da aquisição de subsidiárias da ISS Pest Control na Austrália, Bélgica, Dinamarca, Holanda, Itália, Noruega, Nova Zelândia, Portugal, Espanha, Suíça, Alemanha e Áustria. Na Austrália e na Nova Zelândia a Anticimex opera sob a marca "Flick Anticimex", que é uma marca bem conhecida a partir do início de 1900. Com estas aquisições aumentamos as vendas em 50-60 por cento e o número de países em que operamos aumentou de 6 para 14.

Em 2016, voltamos a aumentar a organização com a aquisição da empresa SITA Pest Control em Singapura e na Malásia. Com esta aquisição a Anticimex aumentou a operação de 14 para 16 países.

Os nossos cookies são utilizados para melhorar a experiência do utilizador.