Ligue-nos: 215 913 019

Pandemia fez aumentar procura por desinfeções

Pressrelease 26-10-2020 03:31

A Anticimex, empresa especializada em desinfeções, teve um primeiro semestre de crescimento de 26% na faturação e o aumento de procura pelos seus serviços devido à pandemia de Covid-19 teve uma fatia importante nessa subida.

O fenómeno é explicado pelo diretor-geral da Anticimex Portugal, Paulo Coelho. “O aumento de serviços de desinfeção, devido à pandemia e à muita procura do mercado, impulsionou este crescimento e correspondeu a aproximadamente 20% do volume total da faturação”, disse à “Vida Económica” o diretor-geral da Anticimex Portugal, Paulo Coelho. A mesma fonte salienta, porém, que o controlo de pragas, que é responsável pela maior fatia de atividade de empresa, também cresceu até junho. “O número de equipamentos SMART instalados – o nosso sistema inteligente de controlo e monitorização digital de pragas – aumentou 421% de 229 para os atuais 1193, acompanhando a atual tendência global que conta já com mais de 160 mil dispositivos instalados por todo o mundo e nos mais variados setores de atividade”, indica.

Em relação aos objetivos para a segunda metade do ano para a Anticimex Portugal, a empresa pretende chegar à liderança nesse segmento. “Continuamos empenhados na consolidação da nossa estratégia em nos tornarmos líderes no controlo preventivo de pragas em Portugal”, indica Paulo Coelho. “Vivemos numa economia onde a reputação é de extrema importância, e onde as más notícias correm rapidamente e em grande escala. Para dar um exemplo, na China, uma cadeia de restaurantes teve uma quebra de 165 milhões de euros no preço das suas ações por causa de um rato”, avisa.

Por segmentos, as empresas, públicas e privadas, são o maior mercado da Anticimex Portugal. “Ao contrário de outros países da Europa, o mercado particular ainda é quase inexistente. Ainda temos a ideia de que conseguimos ser nós próprios a tratar dos problemas de pragas que cada vez mais se vão verificando, não recorrendo a empresas da especialidade. Já o mercado empresarial tem vindo a crescer, principalmente fruto das obrigações europeias e do aumento da sensibilização de alguns segmentos para este problema”, indica o entrevistado.

Saiba mais sobre os nossos serviços de desinfeção.

Fonte: Jornal VidaEconómica 23-10-20

Publicado: 26-10-2020 03:31

Utilizamos cookies para melhorar a experiência do utilizador. Para mais informações, consulte a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies.