Ligue-nos: 215 913 019

As baratas poderiam sobreviver a uma bomba nuclear?

Quantas vezes ouvimos dizer que, quando o fim do mundo chegar, um dos poucos sobreviventes será a barata? É verdade que estes insetos poderiam sobreviver a um holocausto nuclear? São eles imunes aos efeitos da radiação?

Bomba Nuclear Baratas.png

 

A verdade é que nenhum ser vivo pode sobreviver à explosão de uma bomba nuclear na zona zero. O efeito da gigantesca bola de fogo criada após a explosão queima qualquer elemento vivo ou inerte encontrado tanto no epicentro como a vários quilómetros, incluindo as baratas.

As Baratas resistem às radiações?

Após a tempestade de fogo, a chuva radioativa chega. A radiação afeta os seres vivos a nível celular, fazendo com que as células não funcionem corretamente. As células mais sensíveis à radiação são as que se dividem com mais frequência, uma vez que a radiação afeta o DNA, causando mutações irreversíveis.

A exposição de um tecido à radiação é medida em unidades Gray (Gy). No caso de humanos, a dose letal é de 4-10 Gy. No caso das baratas, a dose letal é de cerca de 64 Gy, cerca de 6 a 15 vezes maior que a dos humanos. Sua maior resistência deve-se ao facto de as suas células se dividirem muito mais lentamente, tornando-as mais resistentes aos efeitos da radiação.

No entanto, existem insetos muito mais resistentes à radiação do que baratas. Por exemplo, a dose letal de radiação nas moscas da fruta é de 640 Gy, e a das vespas parasitas da Família Braconidae é nada mais nada menos do que 1800 Gy- Portanto, as baratas não são as maiores rainhas da sobrevivência. 

 

Utilizamos cookies para melhorar a experiência do utilizador. Para mais informações, consulte a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies.