Ligue-nos: 215 913 019

Fatores que favorecem a expansão dos percevejos

A primeira indicação do reaparecimento de percevejos nos países desenvolvidos ocorreu em 1998 com a publicação em uma revista médica de um artigo sobre percevejos na Grã-Bretanha. Desde então, e até agora, a praga se espalhou pelo mundo e todos os estudos sobre seu ressurgimento parecem indicar que está a expandir-se.

Existem vários fatores que podem ter favorecido a expansão dos percevejos nos últimos anos. Antes de tudo, lembre-se de que a  falta de higiene não é um desses fatores . Os percevejos podem infectar qualquer tipo de estabelecimento ou casa, independentemente do quão limpo esteja.

Então, como os percevejos entram nos locais infetados?

A dispersão natural desta espécie é muito limitada, pois são insetos que não possuem asas. Como resultado, os percevejos tendem a se mover pouco, apenas a alguns metros dentro das zonas infetadas. A dispersão passiva é o meio de expansão mais importante e através do qual estes parasitas atingem novos hospedeiros.

Devido ao seu pequeno tamanho, os percevejos podem ser transportados acidentalmente em roupas, malas, móveis e eletrodomésticos. Já foram também detetados em carros, comboios, barcos e aviões. O aumento do movimento massivo humano em escala internacional, especialmente associado à queda nos custos de transporte nos países desenvolvidos a partir dos anos 90, parece ser um dos principais fatores de disseminação da praga.

A isso, devemos acrescentar também o aumento dos negócios de artigos em segunda mão que geram uma dispersão passiva da praga se estes estiverem infetados.

E, finalmente, a capacidade destes parasitas se tornarem resistentes aos inseticidas convencionais dificulta o controlo da praga, multiplicando o número de infestações e favorecendo a sua expansão

Utilizamos cookies para melhorar a experiência do utilizador. Para mais informações, consulte a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies.